Sprints

Um sprint é um período curto e fixo em que uma equipe scrum trabalha para concluir uma quantidade definida de trabalho.

Max Rehkopf Max Rehkopf
Browse topics

O que são sprints?

Um sprint é um período curto e fixo em que uma equipe scrum trabalha para concluir uma quantidade definida de trabalho. Os sprints estão no cerne das metodologias scrum e ágil, e acertar neles vai ajudar sua equipe ágil a fornecer produtos melhores com menos dores de cabeça.

"Com o Scrum, um produto é criado em uma série de iterações, chamadas sprints, que dividem projetos grandes e complexos em pedaços pequenos", declara Megan Cook, Gerente de Produtos de Grupo do Jira Software na Atlassian.

Duas setas que representam um sprint de scrum e o processo de iteração contínua.

Muitos associam os sprints do scrum ao desenvolvimento ágil de software, tanto que é comum pensar que scrum e metodologia ágil são a mesma coisa. Mas não são. A metodologia ágil é um conjunto de princípios e scrum é uma estrutura para fazer o trabalho.

As muitas semelhanças entre valores ágeis e processos do scrum levam a uma associação justa. Os sprints ajudam as equipes a seguir o princípio ágil de "entregar software funcional com frequência", bem como a viver o valor ágil de "responder à mudança de acordo com um plano". Os valores do scrum de transparência, inspeção e adaptação são complementares à metodologia ágil e centrais ao conceito de sprints.

O Guia de Scrum estabelece bases teóricas sólidas para essa discussão sobre sprints. Nosso objetivo é dar um pouco de vida ao tópico, revelando as melhores práticas de quem trabalha com isso todos os dias.

Como planejar e executar sprints de scrum

Diagrama mostrando as etapas de um sprint de scrum: planejamento, reunião rápida, revisão do sprint e retrospectiva do sprint

O pessoal do scrum pensou em tudo mesmo. Para planejar seu próximo sprint, use a reunião de planejamento do sprint, por exemplo. O Planejamento do sprint é um evento colaborativo em que a equipe responde a duas perguntas básicas: o que pode ser feito nesse sprint e como isso vai ser feito.

A escolha dos itens de trabalho certos para um sprint é um esforço colaborativo entre o proprietário do produto, o scrum master e a equipe de desenvolvimento. O proprietário do produto discute o objetivo que o sprint deve alcançar, e os itens do backlog do produto que, após a conclusão, alcançariam o objetivo do sprint.

A equipe então cria um plano de como elaborar os itens da lista do backlog e para que sejam levados à coluna "Concluído" antes do final do sprint. Os itens de trabalho escolhidos e o plano de realização são chamados de backlog do sprint. No final do planejamento do sprint, a equipe vai estar pronta para começar o trabalho no backlog do sprint, levando itens do backlog para "Em andamento" e "Concluídos".

Durante um sprint, a equipe acompanha o andamento do trabalho na reunião em pé, ou reunião rápida. O objetivo desta reunião é revelar os obstáculos e os desafios que podem afetar a capacidade da equipe para alcançar o objetivo do sprint.

Após um sprint, a equipe demonstra o que concluiu durante a revisão do sprint. Essa é a oportunidade que a equipe tem para mostrar o trabalho aos interessados e colegas de equipe antes que ele chegue à produção.

Complete o ciclo do sprint com a minha reunião favorita, a retrospectiva do sprint. Esta é a oportunidade para as equipes identificarem o que pode ser melhorado para o próximo sprint. Com isso, você está pronto para o próximo ciclo de sprint. Avante!

O que fazer e o que não fazer

Mesmo sabendo o básico, a maioria das equipes tropeça quando começa a trabalhar com sprints. Megan Cook finaliza esta discussão com algumas dicas do que você deve ou não fazer ao longo dos anos. 

O que fazer:

  • Verifique se a equipe define e entende o objetivo do sprint e como o sucesso será avaliado. Essa é a chave para manter todos alinhados e avançar rumo a um destino comum.
  • Mantenha um backlog bem cuidado com suas prioridades e dependências em ordem. Esse pode ser um grande desafio, capaz de inviabilizar o processo se não for gerenciado adequadamente.
  • Tenha um bom entendimento da velocidade, e que isso reflita coisas como licenças e reuniões de equipe.
  • Use a reunião de planejamento do sprint para esmiuçar os mínimos detalhes do trabalho que precisa ser feito. Incentive os membros da equipe a esboçar tarefas para todas as histórias, bugs e tarefas que entram no sprint.
  • Deixe de fora o trabalho se não for possível resolver todas as dependências, como trabalho de outra equipe, projetos e autorização legal.
  • Por fim, assim que uma decisão for tomada ou um plano for feito, alguém deve salvar essas informações na ferramenta de gerenciamento ou colaboração de projetos, como seus tickets do Jira. Dessa forma, tanto a decisão quanto a lógica são fáceis para todos verem mais tarde.

Enquanto você trabalha para ser um fodão no Scrum seguindo essas dicas de "o que fazer", atente para alguns sinais de alerta também:

O que não fazer:

  • Não pegue histórias demais, superestime a velocidade ou pegue tarefas que não possam ser concluídas no sprint. Você não vai querer induzir sua equipe ou você mesmo ao fracasso.
  • Não se esqueça da qualidade ou do débito técnico. Reserve um tempinho para o controle de qualidade e o trabalho que não seja em recursos, como bugs e integridade da engenharia.
  • Não permita que a equipe tenha uma visão confusa do que está no sprint. Esclareça tudo e não se concentre em avançar rápido a ponto de esquecer que todos devem estar avançando na mesma direção.
  • Além disso, não pegue uma grande quantidade de trabalho desconhecido ou de alto risco. Divida histórias grandes ou com alto nível de incerteza, e não tenha medo de deixar parte desse trabalho para o próximo sprint.
  • Em caso de preocupações da equipe, seja sobre velocidade, trabalho com baixo nível de certeza ou trabalho que eles considerem ser além do estimado, não ignore. Resolva o problema e ajuste quando necessário.

Saiba mais sobre os sprints

Os sprints são tão conhecidos (e tão eficazes!) que costumam ser vistos como o primeiro passo do caminho em direção a uma maior agilidade. Como já aprendemos, o domínio dos sprints exige o domínio de uma variedade de conceitos scrum e da metodologia ágil, que se baseiam uns nos outros. Use nossos outros artigos sobre scrum para aumentar seu conhecimento e se aproximar cada vez mais das maravilhas do scrum.