Metodologias enxuta x ágil e princípios de DevOps: qual é melhor?

Atlassian Por Atlassian
Buscar tópicos

Três grandes práticas dominam o mundo acelerado da gestão de projetos: enxuta, ágil e DevOps. A metodologia enxuta é especialista em eficiência, embasada na minimização do desperdício e na maximização do valor. A ágil é o pensamento rápido, sempre pronto para adaptação a novos desafios. A DevOps é multitarefa em tecnologia, fazendo a ponte entre desenvolvimento e operações.

As principais diferenças estão no foco: a prática enxuta visa a eficiência, a ágil mira a adaptabilidade, e a DevOps busca a automação. Embora cada uma tenha o próprio estilo, este guia se concentra nos princípios das práticas enxuta, ágil e DevOps para determinar qual é melhor para a empresa.

 

Enxuto

Tutorial

DevOps

Foco principal

Enxuto

  • Eliminação do desperdício em processos
  • Implementação contínua

Tutorial

  • Desenvolvimento iterativo com ciclos de feedback
  • Resposta rápida a alterações

DevOps

  • Aprimoramento da colaboração entre equipes de desenvolvimento e de operações de TI
  • Melhoria da frequência de implementação e da qualidade do software

Mais adequada para

Enxuto

  • Produção
  • Setor de serviços

Tutorial

  • Desenvolvimento de software

DevOps

  • Desenvolvimento de software

Ferramentas e técnicas

Enxuto

  • Mapeamento de fluxo de valor
  • Análise de causa raiz (RCA)
  • 5S

Tutorial

  • Painel do Scrum
  • Sprints
  • Reuniões rápidas diárias
  • Histórias de usuário
  • Quadros do Kanban

DevOps

  • Pipelines de CI/CD (integração contínua/implementação contínua)
  • Infraestrutura como código (IaC)
  • Ferramentas de gerenciamento de configuração

Desafios de implementação

Enxuto

  • Resistência dos funcionários
  • Complexa para implementar em várias equipes

Tutorial

  • Necessidade de mudança cultural visando a colaboração
  • Alterações frequentes

DevOps

  • Integração de ferramentas diversas e complexas em um fluxo de trabalho coeso
  • Eliminação do isolamento das equipes

Comparação das metodologias enxuta e ágil

Enxuta e ágil são duas metodologias de gestão de projetos e desenvolvimento de produtos que têm sido bastante discutidas. Esta seção compara as características das práticas ágil e enxuta, que são bem diferentes quanto a foco e execução.

Quais são os objetivos das metodologias enxuta e ágil?

Muitas vezes confundida como um subconjunto da metodologia ágil, a enxuta é diferente e tem os próprios objetivos principais: eliminar o desperdício e melhorar o fluxo operacional. A enxuta enfatiza bastante o respeito pelas pessoas envolvendo os funcionários em uma cultura de melhoria contínua. O objetivo final é criar um sistema que maximize o valor e minimize os recursos.

As metodologias de gestão ágil de projetos buscam flexibilidade, adaptabilidade e resposta a alterações. O foco é a melhoria contínua, ciclos rápidos de feedback e planejamento e execução cíclicos. Com essas características, as metodologias ágeis são mais adequadas para gerenciar ambientes dinâmicos, como desenvolvimento de software.

O Jira Software atende equipes que praticam as metodologias enxuta e ágil. Ele oferece funções que ajudam as equipes a planejar, monitorar e lançar software com mais eficiência, funcionando como uma ponte entre essas duas abordagens.

Quais são os princípios básicos das metodologias enxuta e ágil?

Os princípios da gestão enxuta de projetos estão centrados em práticas engenhosas e na eliminação de etapas desnecessárias do processo. A prática enxuta se concentra em otimizar o fluxo de produtos e serviços em várias equipes e tecnologias para oferecer o máximo valor aos clientes. Ao eliminar o desperdício e simplificar as operações, todas as ações de uma equipe têm propósito definido e são uma contribuição direta para as metas finais.

A metodologia ágil se concentra na colaboração com o cliente, na adaptabilidade e na entrega de valor. Ela emprega uma abordagem flexível que adota alterações e ajustes durante todo o ciclo de vida do projeto. A prática ágil incentiva o desenvolvimento iterativo em que equipes multifuncionais e auto-organizadas colaboram para desenvolver requisitos e soluções.

Dentro da metodologia ágil, sistemas como Scrum e Kanban funcionam como abordagens estruturadas que orientam as equipes na implementação eficaz dos princípios ágeis:

  • O Scrum se concentra no planejamento, monitoramento e gestão do trabalho durante períodos fixos chamados de sprints. O objetivo é aumentar a transparência, gerenciar cargas de trabalho com eficácia e agregar valor para os clientes com mais rapidez. No Scrum, você vai criar um backlog, planejar sprints e usar relatórios ágeis para tomar decisões com base em dados.
  • O Kanban enfatiza a visualização do fluxo de trabalho, a limitação do trabalho em progresso e o respeito a processos e funções que já existem. Ele ajuda as equipes a gerenciar tarefas e projetos visualizando o fluxo de trabalho em um quadro Kanban. Um quadro Kanban exibe tarefas como cartões em colunas, representando diferentes fases de um fluxo de trabalho.

O Jira Software oferece um template de planejamento de projeto ágil pronto para ser usado no Scrum e no Kanban, facilitando a implementação eficaz dessas estruturas ágeis.

Quais são os desafios das metodologias enxuta e ágil?

A metodologia enxuta nem sempre é fácil. Os gerentes de projeto podem enfrentar dificuldades quando os funcionários são contra os novos processos. Essa resistência pode se manifestar de várias maneiras, como relutância em abandonar rotinas conhecidas ou preocupações com possíveis interrupções no trabalho.

A complexidade para implementar os princípios da prática enxuta em várias equipes pode assustar, pois exige um investimento significativo de tempo e recursos. Cada equipe tem os próprios processos e dinâmicas que precisam ser analisados para elaborar um novo conjunto de regras de processos.

As metodologias ágeis enfrentam os próprios desafios, como o aumento do escopo devido à natureza flexível e às dificuldades na colaboração em equipe, ainda mais quando os membros da equipe não estão no mesmo local. A abordagem iterativa, apesar de benéfica, pode levar a alterações frequentes que podem interromper o fluxo de trabalho.

Quando você deve usar a metodologia ágil ou a enxuta?

Se você está procurando agilizar as operações e eliminar problemas com melhorias de processo, a enxuta é a escolha certa. O objetivo é fazer mais com menos. Essa metodologia faz sucesso em setores como manufatura, em que a eficiência é fundamental.

Para certos casos de uso de gestão de projetos, como em tecnologia, desenvolvimento de software e outros campos em ritmo acelerado e em constante alteração, a prática ágil oferece velocidade. Ela permite fazer alterações rápidas quando necessário, para que o processo nunca fique preso em uma "rua sem saída".

O Jira Software, a principal ferramenta de desenvolvimento de software projetada e usada por equipes ágeis, é versátil o suficiente para apoiar os princípios da prática enxuta. Ele oferece funções como planejamento de sprint e priorização de backlog para fluxos de trabalho ágeis, bem como templates de DevOps, templates do Kanban e templates do Scrum adequados a vários estilos de gestão de projetos.

Os princípios das práticas enxuta e ágil podem ser usados ao mesmo tempo?

Sim, as duas práticas podem coexistir. As metodologias são complementares, como se fossem os dois lados da mesma moeda.

O foco da enxuta em eliminar o desperdício e otimizar o fluxo pode complementar a adaptabilidade e a capacidade de resposta da ágil. Quando usadas juntas, elas podem criar uma potência de eficiência e valor, permitindo que as empresas sejam velozes e usem recursos com inteligência.

Metodologia enxuta x DevOps

As práticas enxuta e DevOps têm propósitos diferentes, mas compartilham objetivos comuns de eficiência e criação de valor. Enquanto a metodologia enxuta visa aplicar ampla eficiência operacional em várias configurações, DevOps se concentra nas necessidades específicas de desenvolvimento e operações de software. Esta seção mostra as características únicas de cada uma e explica como elas podem funcionar juntas.

Quais são os objetivos das metodologias enxuta e DevOps?

O objetivo principal da DevOps é eliminar o isolamento entre as equipes de desenvolvimento e operações, permitindo lançamentos de software mais rápidos e confiáveis. Tudo se resume ao uso de integração contínua, entrega contínua e automação para acelerar o ciclo de vida do desenvolvimento de software.

Por outro lado, a prática enxuta se concentra na eficiência operacional geral, na redução de desperdícios e na melhoria contínua. Embora ambas busquem eficiência e valor, a DevOps é mais especializada no ambiente de desenvolvimento de software.

Se você quer misturar essas abordagens, a Open DevOps do Jira Software é uma opção excelente. Ela integra várias ferramentas para ajudar as equipes a se concentrarem no que fazem de melhor: criar e operar software. A Open DevOps oferece uma experiência consistente e pronta para uso a equipes que querem começar de imediato.

Quais são os princípios fundamentais das metodologias enxuta e DevOps?

A metodologia enxuta se concentra em dois princípios básicos: eliminação de desperdício e melhoria contínua. O objetivo é criar um fluxo de trabalho que ofereça o máximo valor usando o mínimo de recursos, envolvendo os funcionários no refinamento contínuo do processo.

Os três princípios de DevOps mais importante são colaboração, automação e feedback:

  • A colaboração promove uma cultura em que as equipes de desenvolvimento e operações trabalham juntas, eliminando o isolamento para alcançar objetivos comuns.
  • A automação simplifica os processos mecanizando tarefas repetitivas, como implementação de código e alterações na infraestrutura, para melhorar a eficiência e reduzir o erro humano.
  • O feedback estabelece ciclos de resposta rápida por meio de monitoramento e análise, permitindo a melhoria e a adaptação contínuas das equipes de DevOps em relação às alterações de requisitos.

Quais são os desafios das metodologias enxuta e DevOps?

As equipes que implementam DevOps costumam enfrentar desafios únicos, como criar uma cultura colaborativa entre as equipes de desenvolvimento e operações, que costumavam operar isoladas. Outro problema é gerenciar cadeias de ferramentas complexas que exigem habilidades especializadas. Também existe a necessidade de automação em diferentes fases do ciclo de vida de entrega de software.

As implementações enxutas também enfrentam obstáculos, como a resistência de funcionários que hesitam em adotar novos fluxos de trabalho e as complexidades associadas à aplicação das práticas enxutas em várias unidades organizacionais. A prática enxuta significa alterar toda a cultura da empresa, o que pode dificultar a adesão dos funcionários. Mas todas as equipes, de compras à produção e vendas, devem estar alinhadas com a filosofia enxuta para garantir o sucesso.

Quando devo usar a metodologia enxuta ou DevOps?

Se você pretende refinar os processos existentes e eliminar ineficiências, é melhor a enxuta. Ela é versátil e pode ser aplicada a vários setores, não apenas ao de tecnologia. Os princípios dela se destacam em indústrias que têm resultados tangíveis. Por exemplo, no setor de manufatura, a prática enxuta pode reduzir o desperdício na produção e melhorar a eficiência do fluxo de trabalho. Da mesma forma, na área da saúde, ela pode ajudar a otimizar os processos de atendimento ao paciente e reduzir os tempos de espera.

Se você trabalha no desenvolvimento de software e quer agilizar todo o ciclo de vida, da codificação e criação à implementação e ao monitoramento, o DevOps é a escolha óbvia e mais usada no setor. Ele reúne as equipes de desenvolvimento e operações para implementações mais rápidas e fáceis.

O Open DevOps dá um passo adiante ao oferecer uma plataforma integrada com automações prontas para uso, permitindo que as equipes ágeis se concentrem no que fazem de melhor. Desenvolvido pelo Jira Software, você pode até mesmo utilizar um template de DevOps para começar a trabalhar com rapidez.

Os princípios de Lean e DevOps podem ser usados ao mesmo tempo?

Lean e DevOps não apenas coexistem, como também se complementam com perfeição. O Lean, com foco na simplificação de processos e na eliminação de desperdícios, dá uma base sólida para o DevOps, que visa automatizar e integrar o trabalho de desenvolvimento de software e operações de TI.

Quando combinadas, essas metodologias podem criar um sistema ágil e eficiente, resultando em ciclos de entrega mais rápidos, melhor qualidade e um sistema mais responsivo em geral.

Melhore a gestão de projetos com métodos comprovados

Lean, Ágil e DevOps oferecem vantagens exclusivas para simplificar projetos e aumentar a eficiência, mas não importa qual metodologia você adote, a Atlassian tem o que você precisa.

Com o Jira Software, você pode escolher a metodologia mais adequada às necessidades do projeto, em vez de se limitar a apenas uma abordagem. Essa ferramenta Ágil líder de gerenciamento de trabalho permite que as equipes de software dividam grandes ideias em tarefas gerenciáveis, facilitando o planejamento, o rastreamento e o lançamento de software.

Se você quer turbinar a gestão de projetos, o Open DevOps da Atlassian é outra aquisição importante para o seu kit de ferramentas. Desenvolvido pelo Jira Software, o Open DevOps integra com perfeição várias ferramentas, tanto da Atlassian quanto de parceiros terceirizados, em uma plataforma coesa. Personalizar a plataforma para atender às próprias necessidades é tão fácil quanto dar alguns cliques. Assim, as equipes se concentrem em criar e operar software de alto nível.

Princípios de Lean versus Ágil e DevOps: perguntas frequentes

O que veio primeiro, Lean ou Ágil?

O Lean surgiu primeiro, com o Sistema Toyota de Produção na década de 1950, que visava otimizar os processos de fabricação. O Ágil surgiu muito mais tarde, no início dos anos 2000, em primeiro lugar como uma resposta às limitações das metodologias tradicionais de desenvolvimento de software.

Como o DevOps complementa a gestão ágil de projetos?

DevOps e o Ágil andam de mãos dadas, aprimorando os pontos fortes um do outro. Enquanto o Ágil se concentra no lado do desenvolvimento, iterando com rapidez, se adaptando a alterações e entregando valor, o DevOps cuida dos aspectos operacionais. Ele automatiza os fluxos de trabalho e integra diferentes estágios do ciclo de desenvolvimento, facilitando o lançamento de funções novas ou correções.

Isso cria um pipeline simplificado em que as equipes ágeis podem ver o trabalho ser lançado com mais rapidez e eficiência.

Qual tipo de gestão de projetos é mais fácil de implementar: Lean ou Ágil?

O Lean costuma ter uma curva de integração mais suave em comparação com o Ágil. A força de flexibilidade do Ágil pode, na verdade, dificultar um pouco a decolagem. Não se trata apenas de mudar processos, mas de mudar a dinâmica de toda a equipe. A natureza iterativa do Ágil exige que as equipes sejam muito adaptáveis e comunicativas. Mas a ênfase em iterações frequentes pode ser esmagadora para equipes acostumadas com abordagens lineares mais tradicionais.

Com o Ágil, você vê uma renovação cultural e uma curva de aprendizado contínua. Mas não tenha medo: depois de superar os obstáculos iniciais, o Ágil pode mesmo valer a pena.

a seguir
Scrumban