Roteiros de produtos

Uma fonte compartilhada de informações que traça a visão, direção e progresso de um produto ao longo do tempo

Bree Davies Bree Davies
Browse topics

Um roteiro de produto é a chave para informar como os esforços de curto prazo correspondem aos objetivos empresariais de longo prazo. Compreender o papel de um roteiro — e como criar um que seja excelente — é essencial para manter todos da equipe na mesma direção.

O que é um roteiro de produto?

É uma fonte compartilhada de verdade que traça a visão, direção, prioridades e progresso de um produto ao longo do tempo. É um plano de ação que alinha a organização em torno das metas de curto e longo prazo do produto ou projeto, e como elas serão alcançadas.

Imagem de um roteiro de produto no Jira

Embora seja comum o roteiro mostrar o que você está construindo, também é muito importante mostrar o motivo. Os itens do roteiro devem ter um vínculo claro com a estratégia do produto, e seu roteiro deve responder às mudanças nos comentários dos clientes e no cenário competitivo.

Os proprietários de produtos usam roteiros para colaborar com suas equipes e criar consenso sobre como um produto vai se desenvolver e mudar ao longo do tempo. As equipes ágeis recorrem ao roteiro para manter todos na mesma sintonia e cientes do contexto para o trabalho diário e direcionamento futuro.

Para quem são os roteiros?

Os roteiros têm várias formas diferentes e atendem muitos públicos:

Roteiro interno para a equipe de desenvolvimento: pode ser criado de várias maneiras, dependendo de como sua equipe gosta de trabalhar. As versões mais comuns incluem informações sobre o valor prioritário a ser entregue ao cliente, datas de lançamento previstas e marcos. Como muitas equipes de desenvolvimento usam metodologias ágeis, muitas vezes esse roteiro é organizado por sprints e mostra trabalhos específicos e áreas problemáticas traçadas em uma linha do tempo.

Um roteiro de produto com tarefas de desenvolvimento detalhadas

Roteiro interno para executivos: enfatiza como o trabalho das equipes é responsável pelas metas e métricas de alto nível da empresa. Geralmente, é organizado por mês ou por trimestre para mostrar o progresso ao longo do tempo em relação a essas metas. Esse roteiro costuma ter menos detalhes sobre histórias e tarefas de desenvolvimento.

Um roteiro de produto leve para executivos

Roteiro interno para vendas: é um roteiro que se concentra nos novos recursos e benefícios para os clientes e serve de base para as conversas de vendas. Uma observação importante: não coloque datas fixas nos roteiros de vendas, para evitar obrigar as equipes internas a cumprir prazos que podem ser irreais.

Roteiro externo: serve para empolgar os clientes sobre o que está por vir, tem um visual atraente e é fácil de ler. Traz uma visão geral e de alto nível dos novos recursos e das áreas problemáticas prioritárias para atrair os clientes para a futura direção do produto.

Por que devo criar um roteiro de produto?

O maior benefício do roteiro do produto é a visão estratégica ilustrada para todas as partes interessadas. Ele combina objetivos mais amplos relacionados aos produtos e empresas com esforços de desenvolvimento, alinhando as equipes em torno de metas comuns para criar produtos excelentes.

  • Para a liderança organizacional, o roteiro fornece atualizações sobre o status do trabalho e "traduz" as tarefas do desenvolvedor no Jira em termos não técnicos e em um formato fácil de entender.
  • Com os roteiros, os proprietários e gerentes de produtos podem unificar as equipes que trabalham em aprimoramentos de produtos com alto impacto e comunicar as prioridades para as equipes adjacentes.
  • Para os próprios desenvolvedores, os roteiros fornecem uma melhor compreensão do “cenário geral”, o que permite que os membros da equipe se concentrem nas tarefas mais importantes, evitem o deslocamento do escopo e tomem decisões rápidas e autônomas.

Como criar um roteiro de produto?

Para criar um roteiro, os proprietários do produto devem considerar trajetórias de mercado, proposições de valor para o cliente, objetivos estratégicos e restrições de esforço. Depois que esses fatores forem entendidos, o proprietário do produto pode trabalhar com sua equipe para começar a priorizar iniciativas e epics no roteiro.

O conteúdo de um roteiro depende do público — um roteiro para a equipe de desenvolvimento pode abranger apenas um produto, enquanto um roteiro para executivos pode tratar de vários. Conforme o tamanho e a estrutura de uma organização, um único roteiro pode abranger várias equipes que trabalham no mesmo produto. Um roteiro externo geralmente fala de vários produtos alinhados com um ponto de ênfase ou necessidade do cliente.

O ponto mais importante: crie um roteiro que o público entenda com facilidade. O excesso ou escassez de informações no roteiro pode fazer a leitura parecer irrelevante, ou pior, muito intimidadora. Um roteiro com a quantidade certa de dados e um toque de apelo visual pode conquistar a atenção necessária dos principais interessados.

Apresentação do roteiro do produto

O roteiro do produto precisa conquistar dois grupos-chave: liderança e equipe de desenvolvimento ágil. Apresentar o roteiro é uma ótima oportunidade para demonstrar aos principais interessados que você entende os objetivos estratégicos da empresa, as necessidades do cliente e que tem um plano para atender ambos.

Para ver nossa página dedicada à apresentação de roteiros de produtos, clique aqui. 

À medida que você avança no projeto, associe o trabalho da sua equipe ao roteiro para criar contexto. Um método testado e comprovado: divida as iniciativas em epics no backlog do produto, depois divida ainda mais em requisitos e histórias de usuários. Com essa hierarquia de itens, é mais fácil para os proprietários de produtos e a equipe de desenvolvimento tomar decisões e entender como o trabalho se encaixa no cenário geral.

Utilização e atualização do roteiro

À medida que o cenário competitivo evolui, as preferências dos clientes mudam, ou os recursos planejados são modificados, é importante garantir que o roteiro do produto continue refletindo o status do trabalho atual e os objetivos de longo prazo.

O roteiro deve ser atualizado quantas vezes forem necessárias, o que pode ser a cada semana ou quinzena, para que ele continue sendo uma fonte precisa de informações. Como todos já vimos em algum momento, um roteiro desatualizado é contraproducente. Você vai saber se o roteiro precisa ser atualizado com mais frequência quando as partes interessadas começarem a pedir atualizações em vez de consultar o roteiro. Essas solicitações pontuais refletem desconfiança no roteiro e um possível gasto de tempo enorme.

No entanto, por outro lado, você não quer passar mais tempo do que o necessário atualizando o roteiro para alinhar os interessados e sua equipe. Não esqueça que o roteiro é uma ferramenta de planejamento para pensar em como criar produtos excelentes. Se você está gastando o tempo que poderia (e deveria) gastar na execução do projeto atualizando o roteiro, pode ser uma boa ideia mudar para uma ferramenta de mapeamento de roteiro mais simples.

Melhores práticas para os melhores roteiros

Criar e ajustar roteiros de produtos é um processo contínuo para desenvolver com sua equipe. Existem algumas maneiras simples de se preparar para dar certo:

  • Inclua apenas os dados necessários para o seu público
  • Mantenha o roteiro centrado nas táticas de curto prazo e em como elas se relacionam com os objetivos de longo prazo
  • Revise os roteiros com frequência e faça ajustes quando os planos mudarem
  • Verifique se todos os envolvidos acessam e conferem o roteiro com frequência
  • Mantenha contato com os interessados em todos os níveis para garantir o alinhamento

Pronto para criar o seu próprio roteiro? Use o novo recurso de roteiro do Jira Software e comece a priorizar e planejar os epics com sua equipe.