Epics, histórias, temas e iniciativas

Essas estruturas simples ajudam as equipes ágeis a gerenciar com facilidade o escopo e a estruturar o trabalho.

Max Rehkopf Max Rehkopf
Buscar tópicos

Digamos que você e sua equipe querem fazer algo ambicioso, como lançar um foguete no espaço. Para isso, será necessário estruturar seu trabalho: dos objetivos maiores até os mais detalhados. Você vai querer responder a mudanças, relatar seu progresso e seguir um plano. Epics, histórias, temas e iniciativas são, precisamente, as ferramentas de que você precisa para tudo isso.

Ao entender como essas metodologias ágeis populares ajudam a organizar o trabalho, sua equipe pode obter um equilíbrio saudável entre estrutura e flexibilidade, e lançar foguetes no espaço.

O que são histórias, epics, iniciativas e temas?

  • Histórias, também chamadas de "histórias do usuário", são exigências ou solicitações curtas, escritas da perspectiva de um usuário final.
  • Epics são grandes blocos de trabalho que podem ser divididos em diversas tarefas menores (chamadas histórias).
  • Iniciativas são coleções de epics direcionados a um objetivo em comum.
  • Temas são grandes áreas de foco que abrangem a organização.
Epics ágeis versus histórias versus temas | Coach Agile Atlassian

Epic ágil versus história

De certo modo, histórias e epics, no método ágil, são semelhantes a histórias e epics no cinema e na literatura. Uma história é uma narrativa simples; uma série de histórias interdependentes e relacionadas compõem um epic ou épico. O mesmo acontece no gerenciamento de trabalho, em que a conclusão de histórias relacionadas leva à conclusão de um epic. As histórias contam o arco de trabalho concluído, enquanto os epics compartilham uma visão de alto nível do objetivo unificador.

Em uma equipe ágil, as histórias são algo que a equipe pode se comprometer em finalizará em um sprint de uma ou duas semanas. Muitas vezes, os desenvolvedores trabalham em várias histórias por mês. Os epics, em contrapartida, são poucos e demoram mais para serem concluídos. Normalmente, as equipes trabalham em dois ou três epics por trimestre

Se sua empresa está lançando foguetes no espaço e quer aprimorar o serviço de streaming para seus lançamentos, é necessário estruturar suas histórias como essas abaixo.

Exemplos de uma história ágil:

  • Os usuários de iPhone precisam ter acesso a uma visualização vertical do feed ao vivo ao usar o aplicativo móvel.
  • Os usuários de desktop precisam de um botão “visualizar tela cheia” no canto inferior direito do player de vídeo.
  • Os usuários do Android precisam ser vinculados à Apple Store.

As histórias acima estão todas relacionadas e podem ser consideradas tarefas individuais que levam à conclusão de um volume maior de trabalho (um epic). Nesse caso, o epic pode ser “Melhorar o serviço de streaming para o lançamento do T1”.

A organização do trabalho em histórias e epics também ajuda você e sua equipe a se comunicarem com eficácia dentro da organização. Se você estivesse relatando o progresso de sua equipe ao chefe de engenharia, estaria falando em epics. Se você estivesse conversando com um colega da equipe de desenvolvimento, falaria no nível da história.

Para definições completas, exemplos e melhores práticas, consulte:

Epic ágil versus iniciativa

Do mesmo modo que os epics são compostos de histórias, as iniciativas são compostas de epics. Elas constituem um nível de organização acima dos epics. Em muitos casos, uma iniciativa compila epics de várias equipes para concluir um objetivo muito maior e mais amplo do que qualquer um dos epics. Enquanto um epic pode ser concluído em um mês ou trimestre, as iniciativas, normalmente, levam mais tempo, até um ano.

Exemplo de histórias dos usuários | Coach Agile Atlassian

Exemplo de epics em uma iniciativa:

Digamos que sua empresa de foguetes queira diminuir o custo por lançamento em 5% este ano. É uma ótima proposta para uma iniciativa, pois é provável que um único epic não fosse suficiente para alcançar essa meta. Nessa iniciativa, haveria epics como "Diminuir o consumo de combustível na fase de lançamento em 1%", "Aumentar os lançamentos por trimestre de 3 para 4" e "Diminuir os termostatos de 71 a 69 graus #Dadmode".

Na Atlassian:

Internamente, chamamos nossas iniciativas de "tíquetes de PC". Os tíquetes centrais do projeto são configurados no Jira Software do mesmo jeito que os epics. Cada equipe escolhe quatro ou cinco metas mais importantes para o ano e faz tíquetes de PC para cada uma. Esses tíquetes são usados pelos fundadores e pelos gerentes para entender todo o trabalho que está sendo feito na empresa.

Iniciativas versus temas

Em muitas organizações, os fundadores e a equipe de gerenciamento vão incentivar a busca de algum objetivo ambicioso. Essas são as metas (às vezes supercafonas) anunciadas a cada ano ou trimestre, e os temas são o modo como são monitoradas.

  • As iniciativas são coleções de epics
  • Os temas são rótulos para acompanhar metas organizacionais de alto nível.

As iniciativas têm um design estrutural. Elas abrigam os epics, e a conclusão desses epics levam à conclusão da iniciativa. Os temas são ferramentas organizacionais que permitem categorizar os itens do backlog, os epics e as iniciativas para entender quais projetos contribuem para quais metas organizacionais. Os temas devem inspirar a criação de epics e iniciativas, mas não têm uma relação de 1:1 com eles. Um tema para uma empresa de lançamento de foguetes, por exemplo, seria algo como "Segurança em primeiro lugar".

Os temas no Portfolio for Jira são assim:

Exemplo de um sprint | Coach Agile Atlassian

Na Atlassian:

Um de nossos temas essa ano é "Trabalho aberto". Ele incentiva mais transparência, dentro e fora da empresa. Minha equipe está trabalhando nesse tema com uma retrospectiva pública sobre o método ágil. Estamos pedindo aos desenvolvedores de software que reflitam sobre sua experiência em desenvolvimento ágil e tuítem seus feedbacks com #RetroOnAgile. Como a campanha deve durar três meses, criamos um epic com o tema "Trabalho aberto".

Estruturar seu trabalho:

Usar o método ágil não impede o trabalho com estrutura, e a estrutura apresentada aqui pode não servir para todo mundo. Tudo isso dá certo quando você e sua equipe entendem e adaptam esses conceitos às suas necessidades. Para nós, o que funciona são histórias, epics, iniciativas e temas. Você pode começar aprendendo como configurar os epics no Jira Software. 

a seguir
Epics