PLANEJAMENTO DO SPRINT

O planejamento do sprint é um acontecimento no Scrum que define o que pode ser entregue no próximo sprint e como esse trabalho vai ser feito.

Dave West Dave West
Browse topics

Neste artigo, Dave West, CEO do Scrum.org, descreve a cerimônia de planejamento do sprint, conforme descrito em Scrum.org. A Scrum.org ensina Scrum de acordo com o Guia do Scrum, que é considerado o guia oficial para a estrutura de scrum no mundo ágil. Abaixo, Megan Cook da Atlassian compartilha a perspectiva de planejamento de sprint neste vídeo:

O que é o planejamento de sprint?

O planejamento do sprint é um evento no scrum que inicia o sprint. O objetivo do planejamento do sprint é definir o que pode ser entregue no sprint e como esse trabalho vai ser alcançado. O planejamento do sprint é feito em colaboração com toda a equipe Scrum.

No scrum, o sprinté um período de tempo definido em que todo o trabalho é feito. No entanto, antes que você possa entrar em ação, é necessário configurar o sprint. Você precisa decidir sobre a duração da caixa de tempo, o objetivo do sprint e por onde começar. A sessão de planejamento do sprint inicia o sprint definindo a agenda e o foco. Se feita corretamente, também cria um ambiente em que a equipe é motivada, desafiada e pode ter sucesso. Planos de sprint ruins podem atrapalhar a equipe, estabelecendo expectativas irreais.

  • O porquê – O proprietário do produto descreve o objetivo (ou meta) do sprint e quais elementos de backlog contribuem para essa meta. A equipe Scrum decide o que pode ser feito no próximo sprint e o que eles vão fazer durante o sprint para isso acontecer.
  • A forma – A equipe de desenvolvimento planeja o trabalho necessário para entregar a meta do sprint. Por fim, o plano de sprint resultante é uma negociação entre a equipe de desenvolvimento e o proprietário do produto com base em valor e esforço.
  • Quem – Não é possível fazer o planejamento do sprint sem o proprietário do produto ou a equipe de desenvolvimento. O proprietário do produto define a meta com base no valor que eles buscam. A equipe de desenvolvimento precisa entender como podem ou não entregar essa meta. Se um desses itens estiver ausente deste evento, é quase impossível planejar o sprint.
  • The Inputs – Um excelente ponto de partida para o plano de sprint é o backlog do produto, pois oferece uma lista de "coisas" que podem fazer parte do sprint atual. A equipe também deve analisar o trabalho existente realizado no incremento e ter uma visão da capacidade.
  • Os resultados – O resultado mais importante para a reunião de planejamento do sprint é que a equipe pode descrever o objetivo do sprint e como eles vão começar a trabalhar para esse objetivo. Isso fica visível no backlog do sprint.
Um diagrama mostrando as entradas no planejamento do sprint, as metas da reunião e os resultados

Preparação para reunião de planejamento do sprint

Executar um bom evento de planejamento de sprint requer um pouco de disciplina. O proprietário do produto deve ser preparado, combinando as lições da revisão do sprint anterior, feedback das partes interessadas e visão própria do produto, para que possam configurar o cenário para o sprint. Por questões de transparência, o backlog do produto deve ser atualizado e refinado para fins de esclarecimento. O refinamento de backlog é um evento opcional no Scrum, pois não é necessário para alguns backlogs. No entanto, para a maioria das equipes, é melhor reunir a equipe para revisar e refinar o backlog antes do planejamento do sprint.

Dica profissional:

Se você tiver um sprint de duas semanas, faça uma reunião de refinamento de backlog no meio do sprint. É ótimo que a equipe se afaste do sprint e veja o que vem a seguir. Isso não apenas ajuda a se preparar para o planejamento do sprint, mas também pode dar uma perspectiva diferente para o trabalho atual.

Definindo um tempo limite para o planejamento do sprint

O planejamento do sprint deve ser restringido ao máximo de duas horas por cada semana do sprint. Então, por exemplo, a reunião de planejamento do sprint para um sprint de duas semanas teria no máximo duas horas. Isso é chamado de "timeboxing", ou definição de uma duração máxima de tempo para a equipe realizar uma tarefa; nesse caso, o planejamento do sprint. O mestre Scrum é responsável por garantir que a reunião aconteça e que a caixa de tempo seja entendida. Se a equipe estiver satisfeita antes que a caixa de tempo termine, o evento vai terminar. Uma caixa de tempo é o máximo de tempo permitido; não há tempo mínimo permitido.

Foque os resultados, não o trabalho

Durante o planejamento do sprint, é fácil ficar "atolado" no trabalho e se concentrar em qual tarefa deve ser feita primeiro, quem deve executar a tarefa e quanto tempo ela vai levar. Para um trabalho complexo, o nível de informação que você conhece no início pode ser baixo, e grande parte é baseada em suposições. O Scrum é um processo empírico, o que significa que você não pode planejar antecipadamente, mas sim aprender fazendo, e depois alimentar essas informações de volta ao processo.

A meta do sprint descreve o objetivo do sprint em um nível elevado, mas os elementos de backlog também podem ser escritos com um resultado em mente. As histórias do usuário são uma ótima maneira de descrever o trabalho sob o ponto de vista do cliente. As histórias do usuário, como a escrita abaixo, focam novamente os defeitos, itens e melhorias no resultado que o cliente busca, em vez do problema observado.

Um gráfico demonstrando como escrever uma história do usuário

Ao adicionar resultados claros e mensuráveis à história do usuário, os resultados podem ser medidos com clareza, e você vai saber quando estiver tudo pronto. Ao obter o máximo de clareza possível no trabalho em que a equipe está focada, todos obtêm a transparência necessária para iniciar o trabalho. Por exemplo, deixar as coisas vagas é muito pior do que descrever algo como uma pergunta a ser respondida durante o sprint.

Dica profissional:

Não saber algo é diferente de ser vago. Não ignore as incógnitas, elas são a realidade de fazer um trabalho difícil. Mas não as esconda usando palavras vagas. Em vez disso, seja claro quando não souber de algo e estruture o trabalho em termos de entendimento.

Estimativas são necessárias, mas não finja saber mais do que sabe

O planejamento do sprint requer algum nível de estimativa. A equipe precisa definir o que pode e o que não pode ser feito no sprint: estorço estimado versus capacidade. A estimativa com frequência é confundida com compromissos. As estimativas são, por natureza, previsões baseadas no conhecimento disponível. Técnicas como pontos da história ou tamanho das camisetas agregam valor ao processo, dando à equipe uma maneira diferente de encarar o problema. No entanto, não são ferramentas mágicas que podem descobrir a verdade quando não há nenhuma para ser encontrada. Quanto mais incógnitas, menor a probabilidade de a estimativa estar correta.

Uma boa estimativa requer um ambiente baseado em confiança, onde as informações são oferecidas livremente e as presunções são discutidas na busca pelo aprendizado e aprimoramento. Se as estimativas forem usadas como algo negativo e origem de confronto após a conclusão do trabalho, é provável que as estimativas futuras sejam muito maiores para garantir que nunca mais estejam erradas, ou que o tempo necessário para a criação seja muito mais longo, uma vez que a equipe se preocupa com os resultados de uma estimativa errada.

Dica profissional

Explore usando diferentes técnicas de estimativa, como tamanhos de camiseta ou pontos da história. Técnicas diferentes podem oferecer visões diferentes do problema.

Uma imagem de pessoas fazendo o planejamento do sprint

Práticas recomendadas de planejamento do sprint

É fácil ficar imerso nas minúcias do planejamento do sprint ao ponto de esquecer que o foco do planejamento é criar um plano "apenas o suficiente" para o próximo sprint. Esse plano não deve se tornar um fardo para a equipe; em vez disso, deve trazer o foco para resultados valiosos e proteger a auto-organização. Um bom plano de sprint motiva todos, definindo um resultado e um plano claro para o sucesso. Mas tenha cuidado ao planejar antecipadamente. Em vez de criar o plano de sprint mais completo, em que "cada minuto do sprint é contabilizado", se concentre no objetivo e crie um backlog do sprint suficiente para começar. Em seguida, garanta que o backlog do produto seja solicitado para permitir que a equipe retome o trabalho caso tenha entregado a meta do sprint mais cedo.

O Scrum é uma estrutura de processo destinada a resolver problemas complexos. Problemas complexos exigem um processo empírico (aprender fazendo). Os processos empíricos são muito difíceis de planejar, então não se engane — não é possível criar o plano perfeito. Em vez disso, foque os resultados e continue. Não precisa ser difícil, mesmo se o problema que você estiver resolvendo for.

a seguir
Ceremonies