Illustration
Illustration
Atlassian Team Playbook

At Atlassian, great work is built on teamwork

We found that hiring great talent and using the right tools wasn’t enough. How we worked together, as a team, made the difference.

illustration

Our story

Work got done, but it wasn’t always easy

When something went wrong—missed deadlines, disagreements—it went really wrong. It seemed the only solution was for a coach to parachute in and fix the problems.

We needed a common resource

So, we pooled together the team practices that were working best. We blended elements of agile, lean, Design thinking, and our own in-house methodologies to create workshops called Plays, and built a self-serve resource accessible to all teams at Atlassian.

illustration
illustration

The Team Playbook is a workshop resource built for teams, by teams

We're sharing this resource with all teams so you can focus more on getting work done and less on inventing ways of working

quote

The Health Monitor Play gave us a useful, structured way for our team in the Phillippines to share feedback with our team in the UK.

Sophos logo

Aaron Batterby
Director, Delivery DevOps & QA

quote

Healthy teams are happier and more productive. It pays to invest in the teams not just the product.

Canva logo

Cliff Obrecht
COO

Team Playbook is rooted in science

Plays are centered around practices that are proven to help foster team connection and improve performance

Improved Performance

Improved performance

Debriefs (like the Retrospective, 4 L’s Retrospective, or the Health Monitor Plays) lead to 25% better team performance.

Better Outcomes

Better team outcomes

Team-building activities (like Plays) that focus on goal-setting, interpersonal relationships, role clarification, and problem solving help teams improve outcomes.

Greater Satisfaction

Greater team satisfaction

Establishing ground rules (like the Rules of Engagement Play) and clarifying expectations (like the Project Poster Play) help teams feel more satisfied and perform better.

Dicas de trabalho em equipe diretas na caixa de entrada

Receba as últimas táticas, conjuntos de táticas e dicas e truques úteis uma vez por mês.

Thanks!

FAQs

Como isso tudo aconteceu? Show

Por ser uma empresa com escritórios espalhados pelos cinco continentes, onde trabalham mais de 1.800 funcionários de sabe-se lá quantos países, e um lugar onde predomina a cultura fundamental de "ser a mudança que você quer ver", a Atlassian sabe muito bem (provavelmente melhor do que a maioria das pessoas) como pode ser caótico trabalhar em equipe.

A gente confia totalmente nas equipes para solucionar os problemas mais difíceis, mas era preciso acabar com a bagunça, que estava causando muitos ruídos e dificultando a comunicação. Então, é claro, a solução mais natural foi montar uma equipe para tratar do assunto. Ao longo de cerca de dois anos, essa equipe desenvolveu um conjunto de "táticas" para solucionar problemas comuns, as dificuldades para lidar com grandes volumes de serviço sem perder a alta qualidade ou para decidir as metas de um projeto.

As táticas eliminam o atrito natural enfrentado pelas equipes. Elas proporcionam uma linguagem comum utilizada em toda a empresa e permitem que as equipes dediquem todo o seu combustível mental à tarefa em questão, em vez de perder tempo discutindo sugestões específicas de abordagem. Para resumir, as táticas instigam o potencial das equipes da Atlassian.

Agora, essas táticas estão sendo compartilhadas em forma de um esquema, que pode ser usado por equipes de todos os tipos para gerenciar e executar trabalhos, avaliar a saúde da equipe, tratar deficiências e monitorar o progresso. E, como a gente acredita que a liderança é algo relacionado ao indivíduo (e não ao cargo), as táticas podem ser sugeridas por qualquer membro da equipe, qualquer que seja sua função ou o cargo que desempenhe.

Para que ter um esquema tático específico para equipes? Show

A resposta curta é: porque trabalhar em equipe é difícil pra caramba. A resposta completa, naturalmente, é mais complicada.

O foco poderia ter sido a produtividade individual ou da empresa. Mas já existe muita informação disponível (e de boa qualidade) sobre pessoas e empresas. Os problemas de equipes, por outro lado, não são apenas mais difíceis de resolver, mas também menos compreendidos – apesar do fato de elas serem essenciais para solucionar problemas complexos.

São as equipes que fazem o mundo girar. Mesmo assim, o trabalho em equipe pode ser bem difícil. Prioridades diferentes, personalidades distintas... e, cada vez mais, geografias diversas. Se você ainda não teve o "prazer" de agendar uma reunião com membros de uma equipe em três continentes distintos, é provável que em breve você tenha essa oportunidade.

Para agravar os desafios logísticos das equipes, há ainda o paradoxo da diversidade: o fato de que um conjunto variado de habilidades, idades e origens melhora o desempenho e a saúde dessas equipes, mas, ao mesmo tempo, dificulta a dinâmica interpessoal entre seus membros. A necessidade de gerenciar diferentes personalidades e estilos de solução de problemas é o preço que se paga para ter as pessoas certas na sala.

E as ferramentas, por si só, não são suficientes para resolver isso. Se a sua equipe não puder contar com as pessoas, as práticas e os princípios certos, nem adianta buscar por uma ferramenta mágica; em vez disso, pare e olhe no espelho. (Aliás, o Monitor de Saúde foi projetado para ser exatamente isso: um espelho. Pense nele como um check-up anual da sua equipe. Mas bem menos... digamos, invasivo.)

Se você está aqui porque quer ajudar sua equipe e não tem ideia de como colocar essa vontade em prática, veio ao lugar certo.

Por que há apenas três tipos de equipes neste site? Show

A Atlassian acredita que definir equipes pelo conjunto de habilidades é muito limitado, especialmente neste mundo ágil de hoje, onde equipes multifuncionais e/ou temporárias são tão comuns. (Por exemplo, a equipe que criou este site representa seis funções de trabalho diferentes, e nenhuma delas responde ao mesmo gerente.) Então, era hora de começar a encarar as equipes com uma perspectiva nova.

A gente não define as equipes por suas especializações, mas pelo trabalho que produzem e, antes de tudo, pelo modo como o trabalho é gerado. As personas da equipe de projeto, de serviço e liderança são a primeira iteração. Mas, embora esta coleção seja útil, ainda está incompleta.

Procure atualizações para este site e conheça as personas da equipe que forem adicionadas. Cada uma delas vai trazer um Monitor de Saúde personalizado e talvez até algumas táticas novas. Informe seu e-mail no formulário encontrado na parte inferior da página inicial para receber notificações sempre que a gente tiver novidades.

Este esquema tático é realmente usado pelas equipes da Atlassian? Show

Sim. Os atributos comuns encontrados entre as equipes saudáveis, o Monitor de Saúde que permite avaliar os pontos fortes e fracos, as táticas: tudo isso é real. Esses conceitos não vieram de uma teoria numa torre de marfim nem de experimentos duplo-cegos. Eles vêm da prática.

As equipes da Atlassian utilizam o Monitor de Saúde e as táticas deste site todos os dias (é sério, a gente literalmente usa este site). Algumas dessas táticas são originais da Atlassian, outras são ideias emprestadas de outros especialistas da área e adaptadas à realidade da empresa.

A gente não gosta de rotular nenhuma das táticas como "melhores práticas". Elas são uma mistura de elementos da metodologia ágil, da metodologia lean e de design thinking, sejam originais ou emprestadas. Então, você vai observar diversas metodologias refletidas nelas, o que a Atlassian acredita ser perfeitamente adequado para equipes com personalidades, habilidades e objetivos tão distintos.

Como faço para saber se o Monitor de Saúde e as táticas vão funcionar? Show

Você não sabe. Eles funcionam para as equipes da Atlassian, mas não há garantias de que vão funcionar também para as suas.

No entanto, são certamente melhores que a abordagem convencional de cima para baixo adotada para trabalhos em equipe. (Sim, você leu certo.) Embora, tradicionalmente, as empresas criem processos e padronizações para eliminar a variabilidade, o intuito aqui é criar proteções, dentro das quais as equipes tenham flexibilidade e autonomia. Em vez da obsessão pelos esforços empenhados por uma equipe, o foco fica nos resultados alcançados. Enquanto muitas empresas criam equipes monolíticas com base em habilidades, a Atlassian aposta em equipes pequenas e multifuncionais.