Close

Guia da migração do servidor para a nuvem

Use nosso guia de migração passo a passo para ver recursos e práticas recomendadas para garantir uma mudança bem-sucedida para a nuvem


Fase 4: Teste

Nesta fase, a gente vai fazer um teste e verificar se tudo está em ordem, descobrir quanto tempo a migração vai levar, quaisquer problemas que possam surgir e desenvolver o runbook de migração.

Migração de teste

Sem levar em consideração o tamanho da empresa ou da complexidade da migração, a gente recomenda que todos os clientes façam uma migração de teste antes de executar uma migração de produção. Verifique se você concluiu tudo na checklist de pré-migração da Fase 3 antes de usar o guia de teste para passar pela migração de teste.

ícone de ponto de exclamação

Consulte a documentação sobre como usar os Assistentes de Migração na Nuvem para fazer a migração se você estiver usando este método.

Durante a migração de teste, estas são algumas das tarefas que você vai realizar como parte dessa fase:

Migração de teste

Backup de dados

Sem levar em consideração qual estratégia e método de migração você escolheu, a gente recomenda que você faça backup de sua instância auto-hospedada antes de fazer a migração. Se já houver dados em seu site na nuvem, garanta que um backup seja feito também.


Testes de aceitação do usuário

Parte da migração de teste é conduzir o teste de aceitação do usuário (UAT) para que os usuários finais possam replicar tarefas comuns do dia a dia e garantir que funcionem conforme o esperado. Por meio desse processo, você pode descobrir quaisquer problemas que vão afetar seus usuários finais e ajudar suas equipes a se prepararem para a mudança que vem com a nuvem. Leia a etapa 6 do guia de teste para obter informações sobre a realização do UAT.


Criação de runbook e linha do tempo

Ao longo da migração de teste, organize um runbook ou uma checklist passo a passo do que precisa acontecer, quando e todas as instruções necessárias, quem é o proprietário de cada tarefa e quanto tempo cada etapa vai levar. Essa organização também ajuda a observar quais etapas dependem umas das outras e vai impedir que você siga em frente se não forem concluídas. No final do seu runbook, inclua um plano de mitigação com os proprietários, caso você precise reverter algo.

Quando estiver confortável com a migração de teste e como ela correu, prossiga para escolher sua janela de migração de produção e comunicar seu plano na próxima etapa.