Close

Guia da migração do servidor para a nuvem

Use nosso guia de migração passo a passo para ver recursos e práticas recomendadas para garantir uma mudança bem-sucedida para a nuvem


Avalie o tamanho e a complexidade dos dados

Na fase de avaliação, você reuniu informações sobre seu ambiente atual. Agora é hora de analisar sua(s) instância(s) auto-hospedada(s) para ver a quantidade de dados e o número de usuários que você quer migrar para a nuvem. Fatores que podem impactar sua complexidade incluem:

  • Tamanho: inclui o tamanho dos dados, bem como o número de usuários.
  • Aplicativos: inclui o número de aplicativos essenciais que você tem, se eles estão disponíveis na nuvem (ou têm alternativas) e se eles têm caminhos de migração.
  • Personalização: pode incluir campos personalizados, integrações que não são da Atlassian, aplicativos personalizados e formas de dados incomuns.
  • Número de produtos: quanto mais produtos você precisar migrar, mais complexa vai ser a migração. Por exemplo, migrar apenas o Jira Software é mais simples do que migrar o Jira Software e o Jira Service Desk.
  • Consolidação, federação ou hospedagem híbrida: se você estiver consolidando vários sites, em vez de apenas migrar para um novo, vai aumentar a complexidade, já que dados, aplicativos e usuários precisam ser reconciliados. Da mesma forma, federar ou dividir sites ou escolher hospedar dados em instâncias de nuvem e de servidor pode aumentar a complexidade no processo de migração.
  • Gerenciamento de usuários: inclui a necessidade do Atlassian Access, o número de usuários anônimos, o número de usuários inativos e o uso de múltiplos provedores de identidade.
Avalie o tamanho e a complexidade dos dados