Close
Logotipo da AirFrance
Air France e Atlassian

Gerenciamos mais de 10.000 clientes e 3.000 projetos, então a Atlassian nos poupa dias a cada mês e semanas a cada ano.

0

TBD

Economia anual de custos com a mudança para o Atlassian Cloud

Como uma companhia aérea centenária está se expandindo e transformando para inovar a aviação

Em meio ao rápido crescimento e às mudanças no setor, a Air France-KLM usou o Atlassian Data Center para manter seu serviço de alto nível, ao mesmo tempo em que escalou mais de 10.000 usuários.

O caminho para a aviação não foi traçado apenas pelos irmãos Wright. No início dos anos 1900, quando os dirigíveis estavam na moda, a KLM deixou de usar o hélio para alcançar novas alturas (e distâncias) com uma das primeiras companhias aéreas não dirigíveis. Mais de 100 anos depois, a empresa, que desde então se associou à Air France para se tornar a Air France-KLM, é a companhia aérea mais antiga do mundo ainda em operação com seu nome original, líder no setor de muita competição e mudança que é a aviação.

A equipe da Air France-KLM se orgulha de oferecer o melhor serviço do setor para cada um de seus três principais empreendimentos: viagens de passageiros, carga e engenharia e manutenção. Ela cumpre essa promessa devido ao seu foco na lealdade ao cliente e sua cultura de inovação. Ao longo dos anos, a Air France-KLM foi uma das primeiras a implementar inúmeros avanços na aviação, desde os mais recentes biocombustíveis e aeronaves sustentáveis, como o Dreamliner, até ferramentas operacionais com tecnologia de ponta e entretenimento a bordo, como fones de ouvido de realidade virtual pessoal.

Para manter sua posição como líder do setor e continuar proporcionando experiências de alto nível a seus clientes, a Air France-KLM precisava aumentar sua equipe interna e adotar práticas mais modernas nos bastidores, incluindo Agile e DevOps. Essas transformações são difíceis para qualquer empresa, ainda mais em escala empresarial e internacional.

Enquanto a Air France-KLM expandia sua base de usuários Atlassian em 50% em sete anos para alcançar tais metas, o departamento de TI enfrentava novos desafios. Estava cada vez mais difícil gerenciar tantos usuários em uma variedade de ferramentas, manter a estabilidade e oferecer atualizações e melhorias de forma rápida. Para superar esses obstáculos, a Air France-KLM optou por padronizar em uma plataforma Atlassian. Com a ajuda do Parceiro de soluções Avisi, a companhia aérea implementou um sistema completo que a ajudou a adotar um modelo mais ágil. Agora, é capaz de inovar com rapidez sem se preocupar com o tempo de inatividade, gerenciar milhares de projetos e usuários com poucos membros da equipe e continuar liderando o setor de aviação pelos próximos 100 anos.

A Atlassian mudou a maneira como [nossas] equipes trabalham e evoluem. Os produtos têm ajudado em especial as equipes que ainda estão desenvolvendo sua maturidade técnica. Departamentos que antes tinham problemas com a tecnologia e melhoria contínua, não precisam mais se preocupar”.

Corné den Hollander
Proprietário do produto

Como centralizar trabalhadores e fluxos de trabalho

O investimento da Air France-KLM em tecnologia colaborativa e eficiente para sua equipe de TI teve início no final dos anos 90 e no início dos anos 2000. Após implementar o Jira Software para um rastreamento de bugs mais rápido e simples, ela adicionou o Confluence para armazenar e compartilhar o conhecimento do projeto fora de sua base de código, permitindo que a TI compartilhasse informações com colegas não técnicos que não tinham acesso ou não entendiam o código.

Com o tempo, a Air France-KLM acelerou o gerenciamento de serviços e codificação com a ajuda do Bitbucket, Bamboo e Jira Service Desk. Agora, a TI tem um sistema de informação e desenvolvimento de ponta a ponta para gerenciar seus próprios projetos e auxiliar colegas de trabalho em outros departamentos. Afinal, um melhor serviço interno se traduz em um melhor atendimento ao cliente.

“Aqui não tem hipocrisia, a gente usa o que a gente prega”, explica Joel Tamasoa, arquiteto e chefe da equipe. “Usamos quadros ágeis do Jira para rastreamento, Bitbucket e Bamboo para confirmação e manutenção de códigos, e o Confluence para colocar todo o nosso conhecimento. Além disso, todos eles são integrados para que possamos consultar as páginas do Confluence no Jira ou vice-versa.”

Conforme a equipe de tecnologia superava silos para um maior envolvimento com os departamentos não técnicos, a TI alavancava suas novas práticas e tecnologia para melhor atender seus colegas. Para agilizar o gerenciamento de solicitações de serviço, a Air France-KLM integrou o aplicativo Scriptrunner Marketplace ao Jira Service Desk e ao Jira Software. Agora, sempre que uma nova solicitação é enviada por meio da central de atendimento, o Scriptrunner tenta primeiro resolvê-la de forma automática. Para casos que exigem atendimento humano, o aplicativo abre um ticket do Jira Software para que um funcionário trabalhe na solicitação.

Equipes não técnicas que colaboraram com a TI ou solicitaram serviços dela perceberam oportunidades de se inspirar e fazer o mesmo. “Muitas vezes, outras equipes nos procuram em busca de um upgrade [para a Atlassian] porque veem como isso pode melhorar suas vidas e proporcionar uma experiência melhor para o usuário final”. Agora, grupos de RH e Marketing, por exemplo, usam o Confluence para organizar e documentar seu trabalho e a equipe de Conteúdo Digital usa o Jira para rastrear solicitações de cópia para a empresa blog.

Embora a Atlassian tenha influenciado diversas equipes de maneiras diferentes, há uma apreciação unânime por ter um sistema integrado que vai ajudar a Air France-KLM a amadurecer como empresa. “A Atlassian mudou a maneira como as equipes trabalham e evoluem”, descreve Corné den Hollander, proprietário do produto “Isso tem ajudado em especial as equipes que ainda estão desenvolvendo sua maturidade técnica”.

Por meio de uma solução moderna e integrada, equipes de todos os tipos e níveis de experiência estão mais equipadas para simplificar o trabalho diário, colaborar entre si e elevar seu serviço ainda mais. Enquanto isso tudo acontece, a Air France-KLM cresce em uma velocidade vertiginosa.

A migração para o Data Center foi muito tranquila [...] Antes, a gente tinha que avisar nossos usuários com antecedência que o sistema ficaria fora do ar. Agora, a maioria de nossas mudanças ocorrem sem interromper a produção e com zero tempo de inatividade”.

Joel Tomasoa
Arquiteto e líder de equipe

Data center e autoatendimento permitem escalonamento com administração mínima

A expansão da Atlassian pela Air France-KLM trouxe novos desafios, incluindo liberdade de equilíbrio com governança e manutenção da estabilidade do sistema.

Embora os funcionários procurassem a TI em busca de ajuda para criar e gerenciar projetos na Atlassian, a TI queria manter a propriedade da plataforma sem se tornar um intermediário. Para encontrar esse meio-termo, a equipe usou a Atlassian para construir o My Devnet, um aplicativo de autoatendimento para todos os usuários da Atlassian da Air France-KLM. “Este aplicativo proporciona aos usuários a capacidade de criar seus próprios projetos do Jira e Bitbucket, espaços do Confluence e planos de compilação no Bamboo, bem como projetos de implementação. Além disso, é possível fazer seu próprio gerenciamento de usuários em um aplicativo separado”, declara Corné. Gerenciamos mais de 10.000 clientes e 3.000 projetos, então [o aplicativo] nos poupa dias a cada mês e semanas a cada ano.

Gastando menos tempo e energia com processos administrativos, a TI agora tem mais tempo para se concentrar em melhorias, serviços e novas iniciativas que vão continuar movendo a empresa adiante. Uma dessas iniciativas foi migrar para o Data Center, a edição empresarial autogerenciada da Atlassian, a fim de manter e continuar melhorando o serviço líder do setor da Air France-KLM conforme ela cresce.

A companhia aérea trabalhou com seu parceiro de soluções, Avisi, na resolução dos desafios de tecnologia subjacentes e também na preparação para essa mudança. “A migração para o Data Center foi muito tranquila. O mais surpreendente foi a simplicidade de configuração e zero tempo de inatividade”, declara Joel. “Antes, a gente tinha que avisar nossos usuários que o sistema ficaria fora do ar com antecedência. Agora, a maioria de nossas mudanças acontecem sem interromper a produção, sem qualquer tempo de inatividade”.

O gerente operacional da Avisi, Yanne Veronneau, acrescenta que fazer o upgrade para o Data Center foi fundamental para o crescimento da Air France-KLM. “Dobramos o número de solicitações e usuários com os quais eles podem lidar sem travar ou desacelerar o sistema”, Yanne declara. “A Air France-KLM está feliz porque [o Data Center] é mais previsível e escalável.”

Além desses resultados, a Air France-KLM gostou de ter um parceiro experiente a quem recorrer. “A gente tinha o conhecimento e as habilidades [para gerenciar o upgrade]”, declara Corné. "Mas ter alguém a quem recorrer e testar os planos — alguém que conhece os clientes em escala empresarial, a transição de um único servidor para o Data Center e os testes de desempenho — foi valioso para mim como um Proprietário do produto. Isso nos deu segurança”.

O Data Center nos proporcionou melhorias de desempenho e estabilidade. Agora, a nossa empresa oferece um conjunto de ferramentas para mais de 10.000 clientes com apenas 5 ou 7 administradores”.

Corné den Hollander
Proprietário do produto

10.000 usuários e nenhum tempo de inatividade

Ao fazer o upgrade para o Data Center, a Air France-KLM continuou aproveitando as melhorias de produtividade, colaboração e serviço que experimentaram ao padronizar para a Atlassian, além de aumentar a estabilidade e escalabilidade. “O Data Center nos proporcionou melhorias de desempenho e estabilidade. Agora podemos oferecer um conjunto de ferramentas para mais de 10.000 clientes com apenas 5 ou 7 administradores”, afirma Corné.

O processo de migração também revelou oportunidades futuras para limpar o sistema para um desempenho ainda melhor, fluxos de trabalho mais simplificados e novos recursos que vão impulsionar a inovação da Air France-KLM nos futuros negócios. Corné reflete: “Quanto olho para trás, sinto muito orgulho do que nossa equipe Devnet realizou. No entanto, somos ambiciosos, por isso continuamos explorando maneiras de capacitar ainda mais nossa equipe”.

O compromisso da Air France-KLM com o atendimento ao cliente tem sido constante há mais de 100 anos. Além disso, embora empresas de todos os setores, em especial de viagens, tenham passado por dificuldades em 2020, Corné destaca que “já passamos por outras crises e saímos delas ainda mais fortes, e acreditamos que o mesmo vai ser observado daqui a 100 anos em relação a esta”.

Assim, munido de novas e melhores práticas e tecnologias, este líder consagrado espera não apenas manter sua reputação elevada, mas também aumentá-la enquanto enfrenta novas tempestades, decola e evolui ao longo do próximo século na história da aviação.

Próxima história
Logotipo do National Australia Bank
National Australia Bank

Com as ferramentas da Atlassian, a força de trabalho do NAB abre novos caminhos

Próxima história
Logotipo da Redfin
Redfin

A Redfin redefine os negócios imobiliários com o Atlassian Cloud

Pronto para dar o próximo passo?

O Atlassian Cloud pode ajudar você a poupar tempo e aumentar a produtividade da equipe. Nossas soluções em nuvem são equipadas com tudo de que as grandes equipes em crescimento precisam.


O Atlassian Data Center é a nossa solução autogerenciada para personalização completa e administração avançada em grande escala.