Close

As vantagens surpreendentes da coliderança

Porque dois cérebros são, de fato, melhores do que um

Meeples em um avião de papel

O que é coliderança? Coliderança é quando duas ou mais pessoas estão encarregadas de uma equipe ou grupo. Elas compartilham a propriedade das metas da equipe, mas dividem as funções e as responsabilidades.

Wilbur e Orville Wright trabalharam juntos para inventar o primeiro avião bem-sucedido. Trey Parker e Matt Stone usaram seus talentos criativos para criar a série animada e irreverente South Park, um dos programas de televisão mais antigos dos EUA. Ben Cohen e Jerry Greenfield, fundadores da Ben & Jerry’s Ice Cream, começaram fazendo juntos um curso de sorvete de 5 dólares.

Quando se pensa em liderança, é fácil pensar em uma pessoa conduzindo o barco. Mas, como provam os exemplos acima, há muitas criações bem-sucedidas que tiveram duas pessoas no comando.

É um exemplo de coliderança na prática. E, embora possa parecer absurdo para sua visão tradicional de autoridade, esses tipos de parceria podem dar frutos de verdade. Um estudo publicado em Group Dynamics descobriu que a liderança compartilhada é um indicador útil da eficácia da equipe.

O que é coliderança?

Coliderança significa que há duas ou mais pessoas compartilhando com igualdade o poder e a influência sobre uma empresa ou projeto, em vez de haver um único líder.

Há muitas empresas bem-sucedidas que têm usado um modelo de coliderança para administrar toda a empresa, incluindo Whole Foods, Oracle e também Atlassian.

Porém, embora a coliderança exista no contexto mais amplo de gestão de empresas, você também pode aplicar a sabedoria e as práticas recomendadas dela ao gerenciamento de projetos. Isso significa dividir responsabilidades e ter uma propriedade compartilhada sobre o resultado de um projeto ou iniciativa específica.

Qualquer pessoa pode coliderar um projeto. Não é necessário ter uma posição formal de autoridade para ser bem-sucedido.

Por exemplo, um colaborador individual da equipe de marketing pode unir forças com alguém da equipe de engenharia para liderar o novo design de um site. Nenhum deles precisa ser gerente de equipe para coliderar o projeto.

Quais são os benefícios da coliderança?

Uma das vantagens de ser um líder é que você é o único que tem o respeito e a notoriedade de estar no comando. Então, por que seria do interesse de alguém compartilhar essa glória por vontade própria?

Como se pode ver, a coliderança oferece mesmo várias vantagens. Elas incluem:

1. Soluções mais inteligentes

Os colíderes trazem conjuntos de habilidades diferentes e complementares, resultando em um trabalho de maior qualidade.

Retornando ao exemplo do novo design do site, a gente vai supor que o gerente de marketing não se uniu à equipe de engenharia. Pode ser que eles tenham inventado alguma coisa bem criativa e interessante que nunca seria viável. Por outro lado, se a engenharia tivesse sido encarregada de fazer um novo site, ela poderia trabalhar rápido e ser esperta, mas não poderia representar a proposta de valor do produto ou da empresa. Apenas trabalhando juntos os dois grupos poderiam apresentar a solução certa para o problema.

2. Progresso mais rápido

Liderar é um trabalho enorme, o que pode fazer com que a pessoa se sinta sobrecarregada. Uma pesquisa da Deloitte descobriu que 57% dos entrevistados dizem que suas organizações são "fracas" quando se trata de ajudar os líderes a gerenciar programações difíceis.

Às vezes, você só precisa de mais mãos para que o trabalho seja feito. Coliderança significa que os líderes do projeto podem dividir responsabilidades e reduzir o estresse pessoal. Além disso, com dois líderes trabalhando, outros membros da equipe têm mais pontos de contato aos quais recorrer para obter orientação e direcionamento, o que evita gargalos.

3. Melhor tomada de decisão

Com um líder trabalhando, as preferências e as experiências dessa pessoa tendem a influenciar o trabalho realizado. No entanto, quando colíderes têm diferentes perspectivas, eles precisam se envolver em uma conversa produtiva sobre qual caminho escolher.

Os colíderes não têm escolha além de explorar várias opções e pontos de vista para descobrir o melhor caminho a seguir, o que leva a decisões mais fortes.

4. Cultura colaborativa

Você pode pregar o valor da colaboração até cansar, mas não vai adiantar muito se houver sempre apenas uma pessoa para resolver tudo.

Ter duas pessoas trabalhando juntas em uma liderança é um bom exemplo para o restante da equipe no que diz respeito a como compartilhar com sucesso responsabilidades e propriedade.

Quais são os desafios da coliderança?

Como é possível ver, a coliderança oferece várias vantagens. No entanto, há motivos pelos quais nem todos são bem-sucedidos em liderar com outras pessoas.

1. Conjuntos de habilidades variados

O fato de os colíderes trazerem diferentes conjuntos de habilidades para o trabalho é algo positivo. Essa situação também pode apresentar alguns desafios, em especial no que diz respeito à comunicação.

Cada profissão tem o próprio conjunto de jargões que podem causar falhas de comunicação entre os proprietários. Cada líder precisa reservar tempo para garantir que seus conhecimentos sejam comunicados com eficácia e evitar que os projetos fiquem confusos ou saiam do trilho.

2. Aumento da confusão

Com duas pessoas no comando, os membros da equipe podem ficar inseguros sobre de quem se aproximar em caso de confusão ou problemas. Por exemplo, se eles estiverem se questionando sobre uma das metas do projeto, devem falar com o Líder A ou com o Líder B a respeito disso? Ou com ambos?

Ter dois pontos de contato pode ser uma coisa positiva, mas apenas se tiver ficado muito claro quem está lidando com o quê.

3. Decisões mais lentas

Colíderes precisam tomar decisões juntos. Embora essa atitude possa levar a escolhas mais esclarecidas, nem sempre é o processo mais rápido.

Quando você precisa que os dois líderes concordem antes de finalizar uma decisão, essa situação exige um certo debate e conversa saudáveis — o que leva tempo.

4. Potencial para desentendimentos

Mesmo que eles tenham uma relação sólida de verdade, desentendimentos entre colíderes são inevitáveis. Eles nem sempre vão ter o mesmo ponto de vista sobre a melhor direção para um projeto.

Se nenhum deles ceder para chegar a um acordo, pode haver vários problemas, incluindo ressentimento e a interrupção do andamento do projeto.

Como coliderar bem (e gostar mesmo disso)

A boa notícia é que, apesar dos desafios, é possível definir sua experiência de coliderança para o sucesso. Os pontos principais aqui são visão compartilhada, funções e responsabilidades claras e uma ótima comunicação.

1. Defina metas em conjunto

Vocês não estão apenas caminhando juntos na direção da linha de chegada do projeto — também precisam colaborar para estabelecer a linha de chegada em primeiro lugar. Qual é a meta do projeto? O que se define como sucesso?

Não se trata de apenas um de vocês decidir. Portanto, trabalhem juntos para definir os objetivos do projeto (este template OKR pode ajudar). Usar uma ferramenta de colaboração de conteúdo como o Confluence faz com que seja mais fácil para você reunir metas, dar feedback e definir uma versão final a ser compartilhada com a equipe.

2. Compartilhe conhecimento com transparência

Todo mundo tem a tendência de ver seu conhecimento como moeda no trabalho. Foi descoberto que 60% dos funcionários tiveram dificuldades para conseguir que os colegas compartilhassem informações essenciais para o trabalho.

A gente gosta de pensar que saber mais do que o outro significa maior segurança no trabalho. No entanto, ser mesquinho com sua experiência não é algo que você possa fazer como colíder. Para que a relação seja bem-sucedida, você precisa compartilhar informações com transparência e manter seus colegas de equipe informados.

Crie um local centralizado no qual você vai compartilhar todos os documentos e planos relacionados ao projeto. No Confluence, a gente chama esse local de "espaço" da equipe. A criação de todo o conteúdo relacionado ao projeto aqui dá a todos (do colíder aos outros membros da equipe) visibilidade total das informações do projeto necessárias. E, no Confluence, você pode marcar pessoas nas páginas, atribuir itens de ação, registrar anotações da reunião e documentar decisões para que todos saibam o que precisam saber.

3. Seja claro sobre funções e responsabilidades

Logo no início do projeto, você e o colíder devem definir com clareza as funções e as responsabilidades designadas. Quais tarefas cada um de vocês vai ter? Quais perguntas você vai responder? Quando algo inesperado surgir, como vocês vão decidir quem vai lidar com a situação?

Para facilitar ainda mais esse processo, faça esse jogo de Funções e Responsabilidades para esclarecer as expectativas. Depois de deixar claro pelo que cada um é responsável, compartilhe essa informação com os membros da equipe para que eles entendam onde cada um de vocês se encaixa.

4. Discuta ganhos e perdas

Mesmo com dois líderes excelentes em ação, seu projeto vai ser obrigado a superar alguns obstáculos inesperados. Quando esses problemas acontecem, é tentador tentar esconder os erros (em especial se você achar que é o único que falhou).

Não se esqueça do valor da honestidade aqui. Os colíderes precisam estar abertos não apenas para o sucesso dos projetos, mas também para as falhas e os pontos de atrito. Essa situação dá a vocês a oportunidade de confiar um no outro e encontrar o melhor caminho para se recuperarem. Vocês podem discutir ganhos e perdas como parte de uma reunião semanal de equipe ou em retrospectivas regulares de equipe ou do projeto.

Boa liderança (seja feita com um parceiro ou não) requer um alto grau de vulnerabilidade e humildade.

5. Esteja aberto a mudanças e feedback

Coliderança é mais do que apenas as duas pessoas que estão liderando o projeto. Essa dinâmica desce para outros membros da equipe e até mesmo clientes.

Essas pessoas podem ter algumas críticas construtivas a compartilhar sobre como essa organização poderia acontecer de forma mais fácil. Talvez os membros da equipe precisem de mais esclarecimentos sobre a divisão de suas responsabilidades. Ou talvez eles estejam recebendo conselhos conflitantes de cada um de vocês.

Não se assuste quando se deparar com esse tipo de feedback. Ele existe para ajudar você a melhorar. Então, absorva essa contribuição e veja como você e o colíder podem agir em relação a ela.

Que tipo de competências pessoais é necessário ter para ser um colíder?

Ao contrário das habilidades técnicas, as competências pessoais são traços de personalidade ou características que você tem. Elas são um pouco intangíveis e difíceis de quantificar, mas ainda são importantes para um relacionamento de liderança bem-sucedido. Veja a seguir algumas características que os colíderes precisam ter:

  • Confiança: se as pessoas vão liderar juntas com eficácia, elas precisam confiar umas nas outras. Uma pesquisa mostra que a desconfiança pode sabotar o sucesso do projeto e, em última análise, provocar "sentimentos de insegurança e ansiedade, fazendo com que as pessoas se sintam doentes com facilidade e gastem energia monitorando o comportamento e tentando entender os possíveis motivos de outras pessoas".
  • Abertura: coliderança significa que não apenas uma única pessoa está tomando todas as decisões. Elas precisam permanecer abertas a outras opiniões e métodos para fazer o que é preciso. Uma abordagem "meu caminho é o único" só vai levar a um conflito.
  • Honestidade: uma pesquisa com mais de 100.000 pessoas descobriu que, em geral, a honestidade é a qualidade de liderança mais valorizada. Os colíderes não apenas precisam ser transparentes uns com os outros em relação aos desafios, sucessos e atualizações, mas também precisam estar à frente do restante da equipe do projeto.
  • Colaboração: considerando que há duas pessoas no comando, é fato que elas precisam ser capazes de colaborar uma com a outra com eficácia. Significa que elas precisam conseguir compartilhar responsabilidades, tomar decisões em conjunto e, em geral, trabalhar bem juntas sem um alto grau de conflito.
  • Comunicação: a comunicação anda lado a lado com a colaboração. Como mencionado antes, algumas divergências são inevitáveis, e fortes habilidades de comunicação significam que os colíderes são capazes de expressar seus pensamentos com profissionalismo, sem gritarias nem mágoas.
  • Responsabilidade: a coliderança envolve a divisão da carga, mas também abre uma oportunidade para os líderes fugirem da responsabilidade. Com mais alguém no comando com eles, é fácil apontar o dedo quando as coisas saem dos trilhos. Para que a coliderança funcione, a responsabilidade não é negociável. Por infelicidade, a pesquisa mostra que é uma habilidade que falta a muitos líderes.

Claro, há muitas outras competências pessoais que também servem aos colíderes. E, embora seja tentador eliminar esses tipos de qualidades como chavões, elas têm muito peso mesmo. 93% dos funcionários dizem que competências pessoais são um fator essencial ou muito importante na tomada de decisões.

Aproveite ao máximo a coliderança (e evite conflitos desnecessários)

A coliderança oferece diversas possíveis vantagens, conforme evidenciado pelo fato de que algumas invenções incríveis (como aviões e sabores inovadores de sorvete) nasceram de parcerias.

Porém, a gente precisa falar a verdade: a coliderança nem sempre é um trabalho fácil. Embora a necessidade de compartilhar essas responsabilidades de orientação traga muitas complexidades, é possível mesmo ser um bom colíder. O conselho acima vai fazer com que você comece no caminho certo.

Tenha em mente que a coliderança é um constante exercício de aprendizagem. Mantenha-se comprometido com o processo e resista ao desejo de acabar com a colaboração quando enfrentar uma obstáculo. Afinal, nessas circunstâncias, você tem o benefício de outro líder com quem pode contar para receber apoio e encorajamento.

Você também pode curtir

Template de objetivos e resultados-chave

Use este template de estabelecimento de metas para configurar marcos mensuráveis e ambiciosos.

Use
Logo do Confluence

O Confluence é o espaço de trabalho de equipe onde as empresas documentam e compartilham suas visões, planos e objetivos para unificar o trabalho em equipe.

a seguir
Project management